Avisos e Devocionais

CHEGOU O MÊS DA LUZES!
03-12-2017
CHEGOU O MÊS DA LUZES!

O mês que tanta
gente ama, que tanta gente espera e que muita
gente também não suporta. Assim como tudo na
vida... Uns gostam, outros não. Alguns sabem que
nesse mês encontrarão a família, contemplarão os
ornamentos natalinos, trocarão presentes e comerão
da farta mesa do fim do ano. Que benção! Por
isso, gostam! Já outros, sabem que não tem famí-
lia. Que enquanto há luzes em tantos lugares, suas
vidas parecem escuras. Esses, certamente, não
trocarão presentes e suas mesas permanecerão
vazias.
Mas, as contradições não param por aí!
Nesse mês, há menos violência, as pessoas se
motivam a perdoar e serem perdoados, as pessoas
se abrem para despejarem sorrisos e abraços;
nesse tempo vemos felicitações para todos os lados.
Mas, porque? Talvez porque somos muitos
mais levados por razões culturais do que essenciais/ideológicas!
A verdade, é que muitos procedem
dessa forma porque é assim que manda o figurino.
Essa realidade se comprova quando passa o "dia
de todos os santos" e, infelizmente, tudo volta ao
seu estado "normal". Aquele clima gostoso, simplesmente,
já não existe mais, restando apenas a
esperança de que a magia retorne no final de 2018
quando começarem a cantar a música: "Hoje é um
novo dia, de um novo tempo que começou..."
Acho genial a pessoa que criou o calendário
porque, de certa forma, essas datas conseguem
nos convencer de que existem meses ou datas
com atmosferas especiais de arrependimento,
perdão, solidariedade e renovação.
Pense comigo... Não seria muito bom que o
mês de dezembro e o Natal acontecessem todos
os dias? Imaginou a benção? Imaginou o impacto
social? (acho que só não seria tão bom para o
"bolso" e para o peru).
Sei que essa proposta de reformulação de
calendário não seria aprovada em nosso Congresso
Nacional, no entanto, sou taxativo em dizer que
essa ideia já foi aprovada nas instâncias celestiais.
Deixe-me tentar explicar... Na Bíblia, o Natal é
mais que uma data; Natal é o VERBO e um verbo
conjugado no infinitivo. Natal é Cristo em nossos
corações promovendo recomeço, reconciliação,
família, luzes, contemplação, ajuda ao próximo e
provisão todos os dias! Natal para quem é de
Cristo acontece todos os dias.
Alguns dizem: “Gente, é Natal! Paremos
com as guerras”. A verdade é que se o Natal tivesse
habitado o coração deles, saberiam que o Natal
é o próprio Cristo em nós; e Jesus é paz, amor,
justiça e santidade todos os dias!
Se o mundo fosse capaz de reter, de fato, o
verdadeiro significado do Natal, haveriam menos
guerras, menos conflitos, menos falsidade, menos
mediocridade, menos julgamentos, mais de Deus,
mais recomeços, mais perdão, mais oração e assim,
vivenciaríamos um pedaço maior do Reino de
Cristo em nós.
Que dezembro venha com seus princípios e
comemorações, mas que a mensagem do Natal
permaneça viva em cada um de nós, todos os meses,
todos os dias. Seja sempre luz!
Que Deus nos abençoe

Do seu pastor e servo de Cristo,
Pr Segundo Almeida