Avisos e Devocionais

QUANDO SOU FRACO É QUE SOU FORTE!
01-10-2017
Quando sou fraco é que sou forte!
As situações do dia a dia por diversas vezes nos conduzem a viver como se houvesse um dispositivo que nos move de forma automática. Desde o acordar até o dormir são tantas as ações que estamos envolvidos de forma tão intensa que deixamos de perceber o que acontece ao nosso redor. Estamos concentrados em tantas coisas, mas estamos nos afastando do que realmente importa. Os tempos de relacionamento com amigos, família, irmãos e até mesmo com Deus, acabam ficando para aquele famoso “se sobrar um tempinho”! Deus se relaciona conosco todos os dias, pois as “suas misericórdias se renovam a cada manhã, grande é a tua fidelidade” (conf. Lm 3.23, 24) e não é renovada apenas “se sobrar um tempinho”. Se deixarmos ser levados a esse ritmo de vida acelerado, consequentemente seremos mais uma pessoa sendo abatida, não somente pelo esgotamento, podendo ainda ter consequências mais severas. Nós, que fomos lavados e remidos pelo sangue do nosso Senhor Jesus Cristo, temos o maravilhoso privilégio de ter na Palavra do Senhor os ensinamentos que nos guia, não a uma vida cheia de facilidades, mas de como agir em tais situações. O apóstolo Paulo em 2Co 11.23-28,
mostra-nos que sua jornada não foi nada fácil: foi encarcerado, açoitado, exposto a morte repetidas vezes, sofreu naufrágio, foi exposto à fúria do mar, enfrentou diversos tipos de perigo, trabalhou arduamente, ficando sem dormir, passou fome e sede, suportou frio e nudez. E dentre todas as suas aflições também havia o ministério haja vista o v. 28 que expõe sua preocupação com as igrejas: “enfrento diariamente uma pressão interior” e logo no v. 30, Paulo destaca: “gloriar-me-ei no que diz respeito à minha fraqueza. ” Lembre-se de que a “Alegria do Senhor é a vossa força” (conf. Ne 8.10), administre o seu tempo e não deixe os seus relacionamentos apenas para “se sobrar um tempinho”! Deus é grande, maior do que todos os nossos problemas, fraquezas, angústias, pressões, vazios, tensões e esgotamentos. Em 2Co 12.9, diz assim a Palavra do Senhor: “Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Descanse em Deus, tendo a certeza que o Senhor é a nossa alegria.
Que Deus nos abençoe Do seu irmão em Cristo, Min. Fábio Novelletto